Tags

, , ,

Image

As tatuagens Old School são as que antecedem a tatuagem moderna, retratando desenhos marítimos, mulheres bonitas, rosas, etc. Esse movimento surgiu em Chatham Square em Nova York, com Samuel O’Reilly, o patenteador da máquina de tatuagem, em 1891. Quando ele morreu, quem continuou seu trabalho foi Charlie Wagner, por volta de 1908, com um amigo que tinha bastante habilidade com desenhos.

A arte se popularizou durante a Primeira Guerra Mundial, como símbolo de força, bravura e coragem. Após a década de 1920, a Chatham Square perdeu a popularidade e os tatuadores acabaram se espalhando, trabalhando geralmente próximos a bases navais. Depois disso, a tatuagem Old School virou símbolo de força e personalidade de quem as ostentava.

A tatuagem já era mal vista nessa época, por ser coisa das pessoas da classe baixa, que moravam em guetos, e isso piorou com a Segunda Guerra Mundial, sendo vista como atitude de rebeldia com o surgimento do movimento Rockabilly, que eram os jovens “contra o sistema” da época. Com um surto de hepatite no início da década de 60, a tatuagem ficou totalmente na clandestinidade, tornando-se ilegal. Após a proibição, a tatuagem old school ficou esquecida.

Um dos maiores artistas desse estilo é Norman Keith Collins, mais conhecido como Sailor Jerry (esse cara da foto ali em cima), e que na minha opinião é a cara da arte chamada tatuagem. Seus desenhos são lindos e cheios de significados.

Depois de toda essa explicação histórica, vamos ver umas imagens pra nos inspirarmos?

Image

Image

Essas são lá do comecinho do século passado, quando tudo começou. E de uns anos pra ca essa arte voltou junto com os jovens tatuados modernos.

Dá uma olhada:

Image

Image

Image

Image

Lindeza, né? Eu sou completamente a-pai-xo-na-da por esse estilo, adoro essa coisa rockabilly rebelde, rs.

Curtiu o post? Curtiu ler coisas sobre tatuagem? Então fica de olho no próximo post que também é sobre isso. 😉

Anúncios