Tags

, ,

Image

Mais uma resenha de livroooo!

E o escolhido da vez foi um livro clássico, que fala de política de um jeito metafórico. “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell.

O livro se passa na Granja do Solar, a fazenda do Senhor Jones, que no decorrer da história, se torna Granja dos Bichos. Major, o “líder” dos bichos da fazenda, é um porco de 12 anos que sonha com a liberdade dos bichos, que se consideram escravos do Sr. Jones. Então ele lança a idéia do Animalismo, fazendo analogia ao Comunismo, onde todos os animais seriam livres, e trabalhariam para si mesmo.

O tempo passa, e Major acaba morrendo. Quem fica no seu lugar de líder são os porcos Bola-de-Neve e Napoleão, que põem em prática a idéia do Animalismo.

A revolta começa em um dia que Sr. Jones deixa de alimentar os animais, que fazem uma bagunça por protesto, tentando entrar no depósito da comida e acabam sendo chicoteados pelos empregados da fazenda. Os animais enfrentam os humanos, até conseguir colocá-los para fora da fazenda, ficando com a Granja do Solar só para eles.

Nisso eles começam a trabalhar para si mesmos, como queriam, mas nem tudo sai como o esperado. Assim como um político, Napoleão não cumpre as promessas, e acaba fazendo tudo ao contrário, e até mesmo volta com a escravidão na fazenda, só que agora, os animais são escravos dos porcos.

Quem gosta de livros críticos sem dúvidas vai gostar desse. Além de que George Orwell é um gênio, que te faz gostar da história mesmo não sendo teu gênero preferido.

Image

Se interessou pelo livro? Então vai correndo ler, porque quem já leu esse livro com certeza vai ter assunto para conversar numa roda de amigos intelectuais, ou mesmo numa conversa descontraída com o chefe sabe-tudo, haha.

Anúncios